Resultados Preliminares

Download do arquivo

Resultados Preliminares de Julho de 2017

Julho 2017

Venda de cimento continua em queda

No  período  janeiro  a  julho  de  2017,  as  vendas  de  cimento  no  mercado  interno  totalizaram  30,7  milhões  de toneladas,  de  acordo  com  dados  preliminares  da  indústria.  Esse  montante  representa  uma  queda  de  9,1% 

frente ao mesmo período do ano passado. Em  12  meses,  as  vendas  acumuladas  totalizaram  54,3 milhões  de  toneladas,  9,8%  menor  do  que  nos  12 meses  anteriores  (agosto/15  a  julho/16).  No  mês  de julho  de  2017  foram  vendidas  4,7  milhões  de  toneladas, 

queda de 10,5% em relação a julho de 2016. Na  comparação  por  dia  útil  - melhor  indicador  da  indústria  por  considerar  o  número  de  dias  trabalhados,  que tem  forte  influência  no  consumo  de  cimento  -  as  vendas  do  produto  no  mercado  interno  em  julho  de  2017 apresentaram redução de 10,5% em relação a julho de  2016 e crescimento de 3,3% sobre junho de 2017.

 

Expectativa da induústria é fechar 2017 com queda em torno de 7% 

O  Presidente  do  Sindicato  Nacional  da  Indústria  do Cimento  (SNIC),  Paulo  Camillo  Penna,  considerou  o resultado  de  julho  dentro  das  expectativas,  apresentando  leve  piora  na  venda  de  cimento,  possivelmente decorrente das incertezas político/econômicas dos últimos dois meses.  Paulo Camillo comentou que o setor vive a expectativa de resultados melhores até o final do ano: “Os números 

de julho estão em linha com as nossas projeções e e speramos um melhor desempenho nos próximos meses, tradicionalmente  de  maior  consumo.  Nossa  estimativa continua  sendo  de  fecharmos  o  ano  com  queda acumulada entre 5% e 9%, totalizando uma queda de vendas, entre 2015 e 2017, da ordem de 25%”. 

 

Consumo aparente e importação

O  consumo  aparente  de  cimento  (vendas  no  mercado  interno  +  importações)  totalizou  4,7  milhões  de toneladas em julho, com retração de 10,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na  comparação  do  acumulado  nos  últimos  12  meses  (agosto/16  a  julho/17)  a  queda  registrada  no  consumo aparente atingiu 9,7% sobre igual período anterior (agosto/15 a julho/16).  

Resultados Preliminares de Julho de 2017

Resultados Preliminares de Julho de 2017