Resultados Preliminares

Download do arquivo

Resultados Preliminares de Setembro de 2017

Setembro 2017

Indústria do cimento acumula queda de 7,4% em setembro

No período janeiro a setembro de 2017, as vendas de cimento no mercado interno totalizaram 40,5 milhões de toneladas, de acordo com dados preliminares da indústria. Esse montante representa uma queda de 7,4% frente ao mesmo período do ano passado.

Em 12 meses, as vendas acumuladas totalizaram 54,2 milhões de toneladas, quantidade 8,0% menor do que nos 12 meses anteriores (out/15 a set/16). No mês de setembro de 2017, foram vendidas 4,8 milhões de toneladas - esse total representa uma queda de 2,4% em relação a setembro de 2016.

Na comparação por dia útil - melhor indicador da indústria por considerar o número de dias trabalhados, que tem forte influência no consumo de cimento - as vendas do produto no mercado interno em setembro de 2017 apresentaram redução de 0,2% em comparação a setembro de 2016 e crescimento de 6,5% sobre agosto de 2017.

 

Continua a desaceleração no rítmo da queda

O presidente do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC), Paulo Camillo Penna, disse que os resultados das vendas nos três trimestres do ano vêm indicando contínua desaceleração no ritmo da queda do consumo do produto. No ano de 2016, a queda foi de 11,7%; já no acumulado até setembro de 2017 a retração é de 7,2%, uma recuperação de 4,5 pontos percentuais. Segundo Penna, os resultados estão de acordo com as projeções para o fechamento do ano no setor, e 2018 ainda será um ano de recuperação da queda. Paulo Camillo comenta que os resultados de vendas do cimento no mercado interno estão em linha com alguns indicadores da atividade da construção que vêm apresentando leves sinais de reação, mas ainda incipientes para se pensar em retomada de crescimento. "O Brasil precisa novamente de uma retomada das obras para alavancar o consumo de cimento e melhorar o balanço das empresas", afirma Camillo.

 

Consumo aparente e importação

O consumo aparente de cimento (vendas no mercado interno + importações) totalizou 4,8 milhões de toneladas em setembro, com retração de 2,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na comparação do acumulado nos últimos 12 meses (outubro/16 a setembro/17), a queda registrada no consumo aparente atingiu 7,8% sobre igual período anterior (outubro/15 a setembro/16). 

Resultados Preliminares de Setembro de 2017

Resultados Preliminares de Setembro de 2017