Resultados Preliminares

Download do arquivo

Resultados Preliminares de Novembro de 2017

Novembro 2017

Venda de cimento acumula queda de 6,4% em novembro

No período de janeiro a novembro de 2017, as vendas de cimento no mercado interno totalizaram 49,7 milhões de toneladas, de acordo com dados preliminares da indústria. Esse montante representa uma queda de 6,4% frente ao mesmo período do ano passado.

Em 12 meses, as vendas totalizaram 54,1 milhões de toneladas, quantidade 6,4% menor do que nos 12 meses anteriores (dez/15 a nov/16). No mês de novembro de 2017, foram vendidas 4,6 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 3,2% em relação a novembro de 2016.

Na comparação por dia útil - melhor indicador da indústria por considerar o número de dias trabalhados, que tem forte influência no consumo de cimento - as vendas do produto no mercado interno em novembro apresentaram redução de 3,2% em comparação a novembro de 2016 e aumento de 3,7% em relação a outubro de 2017.

 

Ritmo de queda em desaceleração

O presidente do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC), Paulo Camillo Penna, disse que os resultados das vendas de novembro ficaram em linha com as expectativas do setor, mostrando continuidade de uma lenta redução no ritmo da queda apresentada nos últimos meses. “Devemos fechar o ano de 2017 com uma retração em torno de 6%, quase metade da queda ocorrida em 2016", disse Paulo Camillo.

Paulo Camillo ressalta a “dramática situação da indústria, que desde 2014, último ano de crescimento, acumula queda de 24% em sua demanda. Nesse mesmo período, o setor vem sofrendo impactos em importantes componentes de seus custos de produção e distribuição: combustíveis, energia elétrica e frete. Além disso, a ociosidade impacta significativamente os custos fixos unitários. Na contramão desses aumentos, os preços do cimento, segundo dados pesquisados por diversas instituições, vêm apresentando queda”.

 

Consumo aparente e importação

O consumo aparente de cimento (vendas no mercado interno + importações) totalizou 4,6 milhões de toneladas em novembro, com retração de 3,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Na comparação do acumulado nos últimos 12 meses (dezembro/16 a novembro/17) a queda registrada no consumo aparente atingiu 6,2% sobre igual período anterior (dezembro/15 a novembro/16).

Resultados Preliminares de Novembro de 2017

Resultados Preliminares de Novembro de 2017