Resultados Preliminares

Download do arquivo

Resultados Preliminares de Dezembro de 2017

Dezembro 2017

INDÚSTRIA DO CIMENTO EM 2017: QUEDA DE 6,4% NAS VENDAS

Segundo dados preliminares levantados pelo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC) as vendas internas de cimento no Brasil totalizaram 53,8 milhões de toneladas em 2017. Esse número representa uma redução de 6,4% em relação a 2016. No triênio 2015- 2017, as vendas de cimento acumulam retração de 24,2%.

No mês de dezembro de 2017, as vendas atingiram 4,0 milhões de toneladas, com queda de 6,4% em relação a igual mês do ano anterior.

 

EXPORTAÇÃO, IMPORTAÇÃO E CONSUMO APARENTE DE CIMENTO EM 2017

Em 2017, foram exportadas 46 mil toneladas e importadas 399 mil toneladas do produto, segundo dados colhidos junto à SECEX/MDIC. O consumo aparente de cimento (vendas no mercado interno + importação) totalizou 54,2 milhões de toneladas no ano, apresentando retração de 6,3% em relação a 2016.

 

EXPECTATIVA DE RETOMADA EM 2018

O Presidente do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC), Paulo Camillo Penna, disse que o resultado alcançado no ano mostra a continuidade na desaceleração da queda da demanda de cimento: “apesar desse resultado mostrar o terceiro ano consecutivo de diminuição no consumo, onde acumulamos 25% de retração e forte ociosidade no período, observamos uma sensível melhora nos últimos meses, o que levou a uma redução significativa do tombo anual. Em 2016, a indústria do cimento registrou uma queda de 11,5% no consumo”.

Algumas ações contribuíram no arrefecimento dessa queda: inflação dentro da meta, taxa de juros em queda, massa salarial em expansão, liberação do FGTS e PIS/PASEP, ampliação do teto dos preços dos imóveis financiados pelo FGTS e aumento das faixas de renda do Minha Casa Minha Vida. “A participação do canal revendedor aumentou em 2017, mostrando que o consumidor movido a renda foi um grande aliado para melhorar o desempenho do setor” destacou o Presidente.

Paulo Camillo afirmou que o setor vive a expectativa de resultados melhores neste ano. “Há alguns elementos que nos levam a projeções positivas para 2018: A retomada do crescimento do PIB - que após dois anos de queda voltou ao campo positivo em 2017 e projeta crescimento em torno de a 3% em 2018 - bem como a melhora no desempenho de importantes indicadores para a construção civil, como massa salarial real e crédito habitacional, entre outros, e novas ferramentas de funding para construção imobiliária (LIG). Com isso, o SNIC estima que as vendas de cimento em 2018 cresçam entre 1% e 2%”.

Resultados Preliminares de Dezembro de 2017

Resultados Preliminares de Dezembro de 2017